20:34


SUA INVEJA

Tão sombria a traição dos humanos
Singela, hipócrita, frágil
Os porcos se aproximam aos poucos
Humilha-se, lamenta
Quando menos se espera, dá o bote...

Falso santo! Miserável!
Minha queda te felicita
Mas é nela que faço minha jornada
Apunhale o seu irmão nesse momento
Santo vil! Miserável!

Morto perante aos seus olhos
E respirando pelas suas costas
A minha força te perturba
Infame, cobra, atraso de vida!
Tudo é e será meu.

Menosprezando-me, 
Apontando os meus defeitos
Quer ser igual a mim, todavia
Maltrata-me,
É minha a vitória, eu sou melhor.


04/05/07

You Might Also Like

0 comentários

Sigam-me!

Postagens populares

Total de visualizações de página