ÚLTIMO

17:01



ÚLTIMO
Não sei se é desabafo, não sei se é poesia.


Lembro-me daquele sentimento bonito, não muito sincero. E quando as lembranças veem, ainda dá vontade de chorar. Mas quando os vejo juntos, sinto que aquilo é de plástico. Eu respirei fundo, morri mil vezes e joguei numa lixeira o amor que sentia por ti. Engoli sonhos, dispensei planos, atravessei calçadas, rimei, chorei e furei o cânone. A sua falta me tirou o ar diversas vezes. Só que olho para trás com a certeza de que foi melhor assim. Acho que cansei de polvos, pimentas e espinhas. Eu até voltei a comer lasanha, foi bom você ter se afastado. Eu aprendi a don’t give up.

You Might Also Like

0 comentários

Sigam-me!

Postagens populares

Total de visualizações de página