Na Fossa

15:17




NA FOSSA

O choro daquela voz desfalecida
Faz sete dias e ainda estou no aguardo
Fez de seu quarto um clube de dança
Costurando a dor e a nostalgia
Sentimentos podres e confusos no coração
Essa ânsia de te ter aqui do meu lado
Criança tola, vazia e de calças apertadas.
Eu olho no espelho e engulo meus medos

Aaaaaaaaaaaaaaah!
Risperidona, euforia, hipocondria
Frieza, apatia e pornografia

E logo perde se a consciência
Entra em desespero
E corta os braços no banheiro

Lágrimas tão salgadas molhando as bochechas
Mais um amor que se foi de vez
Corpos usados no meu jazigo
Eu contemplava o frio da sua cama
Apodrecendo e abafando com meu sorriso
Menino compulsivo, fraco e de olhar disperso.
Some na fumaça do cigarro

Aaaaaaaaaaaaaaah!
Lexotan, carência e dependência
Tristeza, fobia e masturbação

Difficile est logum subito diponere amorem...¹

Afogou-se no pranto
E nunca mais subiu àquelas escadas
Evitou passar naquela rua
Estragaram-se todos os seus dentes
Não se adéqua àquele clima
Extremo horror, exagero e espanto.
Refletiu um dia inteiro de outono
O pobre garoto morreu de desgosto


 ¹ É difícil esquecer de repente um longo amor. 

Ps.: Com esse texto eu presenteei o Ìcaro Stanley, meu amigo e vocalista da Lady Lauren. Segundo o moço "mexi nela, pus algumas rimas, tirei alguns excessos, alguns sinônimos por ai..." Estou ansioso para ver o resultado.

You Might Also Like

2 comentários

Sigam-me!

Postagens populares

Total de visualizações de página