16:14


V***

Há muito tempo eu quis ser sua morada
Um cantinho onde você pudesse ficar
Uma incrível e imensa sede de vida
Um lugar mágico que pudesse se esconder
Sem se preocupar com o que vem depois
Soprando borboletinhas aos seus ouvidos
Aprecio-te, isso me faz o ser mais feliz
Minha perfeição, meu desejo utópico...
A sua imagem aquece esse meu coração
Nesse platonismo que me tranqüiliza
Os seus defeitos são encantos tão doces
A sua hostilidade é a mais linda graça
E belos são os cachos de seus cabelos
Nada me falta quando penso em você
Esse sentimento santifica minhas preces
Não sei como dizer ou como te conquistar
A brisa do vento traz-me sua voz firme
Minha caixinha repleta de piadas bobas
Não te vejo, mas toco a sua face no ar
Morrendo e acordando no seu colo
Meu anjo que vive na cidade ao lado
A luz do seu olhar ainda me acompanha
Aquele gosto de viver que tem sua boca
Ansioso só de pensar em um reencontro
Reparei que nunca deveria ter me afastado
Aqui bate algo inenarrável e sincero
É tão bom parar para pensar em você
Meu livrinho lúdico de grandes verdades
Meu céu azul, minha grama bem verde
Meu sentimento de esperança que nunca morre
Eu prometo te esperar aqui para sempre...

You Might Also Like

1 comentários

Sigam-me!

Postagens populares

Total de visualizações de página